segunda-feira, 2 de julho de 2007

Estórias Mirabolantes

Até há algum tempo atrás eu tinha assinatura de jornal. Com isso, eu ficava muito bem informado, mas ao mesmo tempo muito irritado, principalmente com a parte de política-Brasil. Já disse aqui que não gosto de política, mas acompanhar isso é um mal necessário. Acabei cancelando a assinatura do jornal (no fim das contas eu não tinha mesmo tanto tempo para ler, com faculdade e trabalho ao mesmo tempo), mas continuo acompanhando pela Internet. Continuo me irritando do mesmo jeito, mas sem jogar dinheiro fora com papel que às vezes eu nem lia. A política continua a mesma coisa, mas é inegável que alguns episódios chegam a ser hilários. O caso do Joaquim Roriz tem a seguinte particularidade: ele sacou um cheque de R$ 2.200.000,00, ficou com R$ 300.000 e devolveu o troco de R$ 1.900.000,00 para o dono!!! Ele é honesto, só precisava de 300 contos e devolveu o resto!!! Enquanto isso, o senador Renan Calheiros torce para cair no esquecimento... afinal, com uma estória fantástica dessas do Roriz, quem é que vai se lembrar dele??? Me pergunto aonde vamos chegar com esse país deste jeito.

Nenhum comentário: