quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

O Rei Está Nu!

Existe uma fábula, que se não me falha a memória, narra a estória de um rei que deseja uma roupa nova, mas ninguém consegue agradá-lo. Inúmeras tentativas e muitas mortes depois (o rei mandava matar os que fracassavam), o rei recebeu um espertalhão que lhe confeccionara uma roupa invisível, somente vista pelos inteligentes. Temendo ser visto como burro, o rei dizia ter adorado a roupa nova, mesmo sem ver absolutamente nada de fato. Como a notícia da roupa nova e da necessidade de inteligência para ve-la correu o reino, automaticamente todos passaram a elogia-la também (mas também sem ve-la!), ainda mais por tratar-se do rei. Fim da estória: todos aplaudiam ao rei andando, para cima e para baixo pelo reino, completamente nu...

Por que falei disso? Porque é simplesmente a mesma coisa que acontece nesses desfiles de modas super chiques, que movimentam uma indústria de milhões com puro lixo, com roupas que absolutamente NINGUÉM em sã consciência teria coragem de usar. Um exemplo? A foto acima se refere a abertura do São Paulo Fashion Week, que começou agora em SP. Prestaram atenção? A modelo está num vestido comum, igual a milhares de outros, mas embrulhada para presente!!! Quem, pelo amor de Deus, vai usar issso??? E o pior que todo mundo aplaude, parecendo olhar para a oitava maravilha do mundo! Tal qual a roupa do rei, todos aplaudem uma coisa feia e imbecil, mas que uma sociedade estúpida convencionou ser maravilhoso. Bato palmas é para o cidadão que conseguiu convencer o mundo inteiro de que qualquer amontoado panos pode ser uma roupa caríssima, que necessita de uma modelo esquelética para exibi-la em toda a sua magnitude... Faça me o favor...

Nenhum comentário: