quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Democracia de Verdade x Democracia no Brasil


A Democracia no Brasil tem algumas particularidades curiosas: é exaltada por conta de urnas eletrônicas que dão o resultado de uma eleição nacional quase que no mesmo dia (Onde só temos opções pífias de candidatos), mas ignorada na hora em que um governo precisa mostrar como gasta o dinheiro que nós pagamos por conta de uma das maiores tributações mundiais (e sem retorno nenhum a população). Outra coisa é a tão falada liberdade de expressão que todos celebram, mas que se usada de maneira contrária ao governo é taxada de "golpista". Ou seja, liberdade de expressão na nossa Democracia, é falar bem. Paulo Henrique Amorim que o diga.

Paulo Henrique Amorim é um jornalista conhecido, seja pela exposição que teve na Rede Globo, seja pelo seu jeito engraçado de falar. Na sua trajetória profissional, trabalhou a maior parte da sua vida na Revista Veja e na Rede Globo, tendo aberto sucursais para esses veículos em Nova Iorque e Londres. Sua primeira cobertura foi em 1961, quando o presidente Jânio Quadros renunciou e o então governador do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola, mobilizou soldados e jornalistas para garantir a posse do vice, João Goulart. Repórter e correspondente internacional na maior parte de sua carreira, cobriu os mais importantes eventos internacionais dos anos 70 até o final dos anos 90, como o Escândalo de Watergate, a Crise dos Mísseis, o Fim da URSS, a queda do Muro de Berlim, a Guerra do Iraque (1991), os Conflitos em Kosovo e Sarajevo. Entre os anos de 1997 e 1999, esteve na TV Bandeirantes, onde apresentou o "Jornal da Band" e o programa "Fogo Cruzado". Na TV Cultura, onde trabalhou entre 2001 e 2003, apresentou o talk-show "Conversa Afiada". Mudou-se para a Record em 2003, onde já apresentou o "Edição de Notícias" e o "Tudo a Ver". Desde fevereiro de 2006 apresenta o programa "Domingo Espetacular", com Lorena Calábria.

Nada mais apropriado do que falar dele agora, já que temos mais um escândalo do Governo Lula/PT na praça (os famosos "cartões corporativos"), e a postura de PHA é, no mínimo, curiosa: depois que saiu da Globo e da Veja, PHA simplesmente se tornou o maior inimigo destes veículos, e ao mesmo tempo o maior aliado jornalístico do governo Lula. Descobri essa contradição há pouco tempo, ao navegar pelo IG e ver o blog dele, o "Conversa Afiada". Lá, ele simplesmente se dedica a uma defesa apaixonada ao governo Lula, destila veneno à imprensa (segundo ele, golpista e que só tenta derrubá-lo), critica a oposição e todos aqueles que não valorizam o governo atual, que na sua opinião estabilizou o país e se voltou para os pobres. Nem mesmo o escândalo dos cartões passou em branco, pois ele parabeniza o governo (!) pelo enfrentamento e pelo fato de haver tomado a dianteira e pedir uma CPI(!!), quando todo mundo sabe que o objetivo disso é tomar a rédea de uma investigação que seria desastrosa para o próprio governo, face o grande número de esqueletos no armário, se é que vcs me etendem.

Mais uma vez me entristeço, pois sempre achei PHA um bom jornalista, apesar de meio exótico. Entretanto, a Democracia que se pratica aqui permite coisas desse tipo: a defesa irrestrita de reus confessos, que passam a ter tanto valor quanto alguém inococente (senão mais). Não que minha opinião prevaleça e ninguém possa gostar do Lula e seu governo: respeitar a opinião do outro é fundamental. Entretanto, acho que algumas coisas são como são, imutáveis e de concenso. Roubo é roubo, não se explica um roubo, minimizando-o ou maximizando-o. Não se ter um atendimento médico a população não se justifica e nem se defende, ainda mais com anos de CPMF, mas mesmo assim ele o faz. Gastar dinheiro público em uma lixeira de mil reais ou em saques diversos de milhares de reais não se defende. Extingui-se a prática e se pune os responsáveis. E pronto.

Para entender melhor o que quero dizer, basta dar uma checada nos links abaixo, onde se vê o posicionamento de PHA com relação a tudo isso que falei. Não preciso nem dizer que os textos são patéticos, inclusive onde há a entrevista do Senador Inácio Arrudo, do PC do B do Ceará.

13/02/2008 - "OPOSIÇÃO E MÍDIA TENTAM IMPEDIR QUE LULA FAÇA SUCESSOR" - Leia o artigo/entrevista aqui

14/02/2008 - "PIG: SE LULA NÃO REAGIR, CAI"
Leia o artigo aqui

Nenhum comentário: