quinta-feira, 26 de junho de 2008

Aprendiz 5 - O Sócio (Episódio 14)

Muito bom episódio, graças a uma prova muito bacana. Bom também foi ver Hugo indo embora, e de uma forma compatível com sua performance no programa: patética. A prova deste episódio envolveu o lançamento do novo Palio Adventure Locker e colocou os aprendizes em duas concessionárias com o objetivo de desenvolver ações promocionais para divulgação do carro, envolvendo cadastro de clientes e test drive. Como Henrique foi o único sobrevivente da Masters, Justus colocou Clodoaldo para trabalhar com ele, deixando Stephens e Hugo juntos. Justus queria observar como seria o trabalho em conjunto do “polêmico” com o “boa praça”, digamos assim.

É impressionante como, não só nesta como nas outras provas, os grupos tomam rumos diferentes, mesmo tendo os mesmos objetivos. Enquanto Clodoaldo e Henrique fizeram exatamente o que era necessário ser feito, Hugo e Stephens cometiam grandes equívocos, como por exemplo, no test drive. Enquanto a Masters contratou um piloto profissional para conduzir os clientes na experimentação do carro, e num local próximo, a Foccos treinou os vendedores da própria loja, fazendo o test drive num terreno baldio e afastado. Com isso, o tempo de duração era grande e os clientes esperavam muito pela sua vez. Outro equívoco foi a colocação de uma parede de escalada (?) no lado de fora da concessionária, tentando fazer um link com aventura que o carro (??) proporcionaria na estrada. Não é preciso dizer que foi um fracasso. Outro ponto crucial: a Máster cadastrou mais do que o dobro de clientes, além de tratá-los com comida e bebida na concessionária, entre os test drive. Resumindo: vitória merecidíssima, derrota idem.

Na sala de reunião, era claro que Hugo se daria mal. Primeiro porque sempre ficou claro seu desconforto em estar ali, até mesmo quando deu a sorte de ser líder e vencer, atuando como conselheiro. A meu ver, a simples presença de Justus o intimidava e não raras às vezes em que gaguejava e se perdia nos comentários. Segundo porque Stephens, mesmo sendo fraco, sabia argumentar melhor e saberia se defender a ponto de deixar Hugo se enrolar sozinho, e foi o que aconteceu. A determinada altura da sala, Justus pediu que Stephens convencesse Hugo a desistir do programa, mostrando a ele que ele não serviria para ser o sócio de Justus. Habilmente, Stephens questionou se não seria melhor ele voltar a administrar suas empresas, do que largar tudo pelo programa. Bastou isso para Hugo concordar e dizer que havia refletido melhor e que não conseguiria abandonar seus negócios pelo programa, mas dando a entender que estava desistindo. Depois dos episódios de Adriana e Sandra e pela proximidade do fim da competição, a palavra “desisto” não consta mais no dicionário de Justus. Hugo foi devidamente esculachado e demitido de maneira vergonhosa.

Faltando dois episódios para o fim, acredito que as demissões até agora foram corretas, apesar de algumas surpresas no meio do caminho. Resta ver como Henrique, Clodoaldo e Stephens se sairão na prova seguinte, que provavelmente será individual. Um detalhe engraçadíssimo: a foto abaixo mostra o momento em que Henrique e Clodoaldo foram anunciados como os vencedores da prova. Foi simplesmente hilário ver os dois, ao mesmo tempo, com a mesma cara de alívio, erguendo as mãos e agradecendo a Deus pela vitória. Vendo pelo vídeo, é mais gozado ainda!

Nenhum comentário: